VISITAS

13 de novembro de 2011

Descanse em paz, querida amiga!


Sabe, o que ando sentindo é um período de luto... Porque, estou sentindo uma parte minha indo embora, ela está fraca e distante, beirando a morte, então é duro ver uma velha amiga, uma companheira de tantos anos morrendo, se distanciando... Afinal, era ela que eu conhecia bem, essa outra que chegou e andou tomando lugar em mim ainda é meio desconhecida, ainda não a conheço bem, mas sei que essa é cheia de energia positiva, de luz, ela é doce e sensível mas, tem a mesma personalidade forte, decidida, marcante... Elemento fogo mesmo, afinal ainda sou a mesma pessoa, porém, sei como lidar com pessoas e com o AMOR...


Minha querida amiga, descanse em paz! Não posso dizer que sentirei sua falta, pois, você está levando contigo tudo o que não desejo mais para mim, toda a sujeira que me atrasava, que me maltratava, está levando um coração machucado e uma alma cheia de medos paralisantes e uma mente que só enxergava coisas negativas, mas isso acabou, devo-lhe um agradecimento de qualquer maneira, mas agora só posso lhe dizer:


- Descanse em paz, querida amiga!


Agora ao nascer do sol, nascerá uma nova pessoa, que irradiará a luz do sol, que seja quente e terna, doce feito mel, que sorri feliz sem culpa, que sabe que és livre mas, principalmente que se ama e se respeita acima de tudo.
 
Sabes que és uma pessoa plena de amor!!



(Lílian Neves)