VISITAS

1 de julho de 2015

Sou Aquela...




Sou aquela,

Sou aquela que ri e chora

Sou aquela que ama e odeia

Sou aquela que brinca e briga

Sou aquela que é delicada e grossa

Sou aquela que é decidida e indecisa

Sou aquela que é corajosa e medrosa

Sou aquela que é amada e odiada

Sou aquela que é mimada e carente

Sou aquela que é forte e frágil

Sou aquela que é esperta e inocente

Sou aquela que é amiga e inimiga

Sou aquela que é crente e descrente

Sou aquela que é atrevida e tímida

Sou aquela que é paciente e impaciente

Sou aquela que é compreensível e incompreendida

Sou aquela que é independente e dependente

Sou aquela que é atenta e distraída

Sou aquela que é responsável e irresponsável

Sou aquela que é alegre e triste

Sou aquela que é sábia e ignorante

Sou aquela que é romântica e insensível

Sou aquela que é menina e é mulher

Sou aquela que é impulsiva e retraída

Sou aquela que viaja e aquela que fica

Sou aquela que ama a liberdade e odeia a solidão

Sou aquela que teme e enfrenta, que teme e desiste

Sou aquela que vê, mas não enxerga

Sou aquela que ouve, mas não compreende

Sou aquela que cuida e não cuida

Sou aquela que evolui e que regride

Sou aquela que sofre e não admite ser frágil

Sou aquela que sonha e não realiza

Sou aquela que deseja e não se satisfaz

Sou aquela que quer e não quer

Sou aquela que...

... Apenas aquela!

 

(Lílian Neves)