VISITAS

16 de outubro de 2016

Eu & eu mesma!




Me sinto totalmente deslocada, quando adolescente achava que era coisa da idade, mas com o passar dos anos eu continuo me sentindo um E.T, abandonada neste planeta estranho.... 

Não me encaixo muito bem neste meio, tenho gostos peculiares, opinião forte, a simplicidade me cativa e me emociona, não gosto de protocolos e classificações, muito menos julgamentos....

Gosto de música clássica, gosto de rock e sim, eu acho que há similaridades neles! Prefiro dias mais frescos e até um pouquinho frio, gosto de céu azul e não gosto de sol escaldante. 


Prefiro meus livros a novelas, amo filmes no cinema ou em casa e séries também. Amo ir ao teatro e vou acompanhada de mim mesma, bem como ao cinema, afinal não existe companhia melhor que a minha! 

Amo sair para comer e conversar, tudo isso regado a boas risadas. Mas também amo ficar perdida em meio aos meus devaneios, como por exemplo, universo paralelo, sobre o poder e a força das energias do universo, em quão poderoso nosso cérebro é... E não o usamos, em como somos pequenos e tão pouco evoluídos perante as maravilhas de Deus, em como a natureza é generosa, poderosa e nos ensina tanto e a maioria não a enxerga e nem a respeita!


Amo casas antigas, amo aqueles vestidos antigos, uso de chapéus, sombrinhas.... Tudo meio século XIX me encanta. Amo ser mulher e feminina, delicada e nem por isso frágil ou sem opinião. Amo ser cortejada, respeitada e admirada.


Amo saber o que quero e principalmente o que não quero. 


Amo não me importar com as opiniões alheia sobre a minha própria vida, afinal ela é minha e só interessa a mim. 


Amo não seguir os “protocolos da sociedade hipócrita”, afinal a sociedade não tem nada a ver com as minhas escolhas!


Amo fechar os olhos, abrir os braços enquanto o vento acaricia meu rosto e meus cabelos a esvoaçar .... 


Amo deitar no chão observar o céu azul e ouvir o canto dos pássaros... A noite ficar a observar as estrelas.... Me sinto fazendo parte de algo maior e mais importante, me sinto plena e me sinto feliz com toda essa simplicidade que é a vida!


(Lílian Neves)