VISITAS

21 de agosto de 2010

Lembranças Guardadas



No fundo de um velho baú,

Está o grande tesouro da vida,
Tesouros que não são valorizados
São apenas esquecidos,
Dentro dele há muitas lembranças,
Lembranças dessa grande caminhada...




Onde existem vários tipos de lembranças,
Há datas que não são lembradas,
Porém, há momentos inesquecíveis.
Momentos esses incomparáveis,
Inigualáveis, e surpreendentes.
Momentos que já não voltam mais.

Cada lembrança um sorriso,
Um suspiro, uma lágrima.
Cada lágrima, uma lembrança,
Uma visão, um perfume, uma dor,
Mãos delicadas a passear pela nossa face...
Momentos inesquecíveis... Boas lembranças!




Lembranças... De um tempo bom que foi vivido,
E não volta mais... Por mais que tentamos trazê-lo de volta.
O seu tempo já passou.
Por isso é preciso viver cada minuto de nossas vidas intensamente.
Se sentires vontade, diga:
“Eu te amo”, "Sinto a sua falta", “Você é importante para mim...”.
Diga sempre o que sentes vontade, não temas, não sinta vergonha...




Pois o tempo...
Esse não nos perdoa...
Ele nos castiga, de uma forma sutil e suave,
Porque ele passa de mansinho, mas ligeiro,
E quando percebemos,
A oportunidade, à vontade, a chance de nossas vidas já passou,
E que nos resta é apenas lembrar,
Nos lembrar...

... Das mais belas lembranças guardadas dentro de nosso baú velho.




Velho sim, mas, que bate forte em nosso peito.









(Lílian Neves)