VISITAS

22 de agosto de 2010

Noite Amiga



Lá fora a escuridão da noite silenciosa que traz junto consigo os sons de animais noturnos, de pensamentos inquietantes, desejos, lembranças...
 







No relógio os ponteiros giram, as horas passam, os pensamentos fervilhantes em uma mente voraz...


Enquanto a maioria dorme tranquilamente, repousam no sono dos justos, alguns convivem com dúvidas, angústias e solidão, tendo a insônia como sua melhor amiga...



A noite continua escura, silenciosa como sua única companheira fiel.
 

Mas ao menos, para a noite há um fim, o pôr-do-sol, que chega despertando a multidão, raiando fortemente e calando os pensadores noturnos que vivem com suas perguntas sem respostas, apenas com uma única certeza que mais uma noite solitária, silenciosa e companheira à de chegar...!



(Lílian Neves)