VISITAS

30 de agosto de 2010

Sou tua, toda sua... Meu grande amor!



 
 
Caí à tarde, o céu alaranjado, meus pensamentos vagos, buscando por você...

Sou surpreendida!

Abraças-me amorosamente pelas costas, beijos no pescoço, necessidade suprida pela sua companhia...

Suas mãos enlaçadas a minha cintura, acolhes-me em seus braços, sinto seu cheiro, sua fragrância inebriante...

Estou entregue a este amor.

Sou tua, toda sua...

O olfato me surpreende, delicioso perfume vindo da cozinha, levas-me até a mesa posta, à luz de velas, vinho tinto, e o prato predileto.

Olhares apaixonados... Toques de desejo, amor, admiração...

Abrigada em seu colo, aquecida com seu calor.

Na TV filme favorito, entre uma cena e outra, beijos de amor, nossas próprias cenas de amor...

Agora danço pra você, contemplas-me encantado...

Suas mãos passeiam pelo meu corpo, minha pele macia e clara, seu tato conhece cada curva minha, cada fraqueza e desejo meu, seu coração conhece cada sentimento...

Seus olhos identificam cada expressão, cada olhar...

Sabes de cor o significado de cada sorriso, de cada gesto...

O seu amor, a sua dedicação, seu carinho, o seu jeito de me cuidar...

Faz de você o meu amor...

Meu grande amor!







(Lílian Neves)